Objetivos e atribuições

Principais objetivos do IRS

  • Promover debates de natureza política, jurídica, social, econômica e financeira, indispensáveis à análise, compreensão, encaminhamento e solução de problemas de interesse para o desenvolvimento industrial, bem como para o progresso socioeconômico do País;
  • Apoiar e incentivar a integração Universidade-Indústria mediante cursos, estágios, estudos, encontros e pesquisas, divulgando oportunidades de bolsas de estudo, além de elaborar e manter cadastros de instituições nacionais e estrangeiras de ensino superior e técnico;
  • Promover edições diretas, ou por intermédio de programas editoriais, de obras de interesse socioeconômico e cultural, ainda não comercializadas, ou já esgotadas.
  • Estimular a formação de bibliotecas de acesso público e a formação e/ou coordenação, por promoção direta, ou mediante convênio, do respectivo pessoal, inclusive por meio de concessão de bolsas de estudo;
  • Contribuir para acelerar o desenvolvimento tecnológico das atividades empresariais.
  • Articular-se com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Sesi-SP, Senai-SP e Instituições de Ensino e Pesquisas no oferecimento e recebimento de cooperação e intercâmbio;
  • Tornar-se um centro de referência em documentação escrita e audiovisual, reunindo trabalhos, publicações, artigos e registros dos eventos que realizar.

 

Atribuições

  • Coordenação dos Conselhos Superiores Temáticos da FIESP;
  • Publicações – acervo de três mil publicações para consulta;
  • Seminários nacionais e internacionais;
  • Palestras;
  • Cursos;
  • Pesquisas e documentos;
  • Lançamento e coedições de livros;
  • Indutor de projetos culturais.

 

Grupos de Trabalho

A pedido dos Presidentes dos Conselhos Superiores Temáticos, os Grupos de Trabalhos desenvolvem estudos específicos, os quais são referendados nas reuniões dos respectivos Conselhos .

Os Grupos contam com: empresários, economistas, acadêmicos, políticos, juízes, desembargadores, ambientalistas e técnicos.

As temáticas são:

  • Reforma Fiscal;
  • Reforma da Previdência;
  • Política Industrial;
  • Comunicação;
  • Câmbio;
  • Desconsideração da Personalidade Jurídica;
  • Educação;
  • Saúde;
  • Terceirização;
  • Responsabilidade e Desenvolvimento Social;
  • Trabalho e Emprego;
  • Licenciamento Ambiental;
  • Passivos Ambientais – Áreas Contaminadas – Resíduos Sólidos;
  • Amazônia;
  • Rio + 20;
  • Recursos Hídricos;
  • Defesa Civil;
  • Certificação Agrícola e Industrial;
  • Legislação Ambiental – Marcos Regulatórios;
  • Macrodrenagem da RMSP;
  • Direito Ambiental Portuário;
  • Agenda do CONIC;
  • Congresso de Inovação;
  • Plano de Ação, quanto a Inovação, para a Rio +20;
  • Associações Brasileiras.