Bituca Verde: empresa que recicla mais de 700 quilos de bitucas de cigarro por ano


Mais de 4,7 mil substâncias tóxicas que prejudicariam o solo, contaminariam rios e entupiriam tubulações e bueiros foram retiradas do meio ambiente com o trabalho da Bituca Verde.

Por Karen Pegorari Silveira

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número estimado de fumantes no mundo é de 1,6 bilhão. E de acordo com informações da Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT), cerca de 12,3 bilhões de bitucas são descartadas diariamente.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539703208

Iniciativa recicla retira bituca de cigarros do meio ambiente e transforma em novos produtos

Preocupado com o descarte incorreto desse resíduo e impulsionados pela Lei Antifumo em São Paulo, Fabiano Russo criou a Bituca Verde em 2010, uma empresa de reciclagem de bitucas que recolhe e dá o descarte e uso correto.

Inicialmente a Bituca Verde tinha como proposta a fabricação para venda e locação de cinzeiros externos específicos para coleta de bitucas de cigarro, uma vez que a nova Lei só permitiria fumar em ambientes externos.

“Esta iniciativa se mostrou muito eficaz e passamos então a vislumbrar outra oportunidade de mercado que, mais do que possibilitar a geração de um novo negócio, abriria espaço para ações mais conscientes de preservação ambiental com inclusão social”, diz Fabiano Russo, proprietário e gerente geral. Desde então a empresa e seus parceiros retiraram do meio ambiente aproximadamente 3 milhões de bitucas.

Qualquer um pode se tornar parceiro se tiver um coletor especifico para o resíduo, assim como qualquer pessoa que armazene a bituca numa embalagem plástica pode doar; desta maneira é possível atender o maior número de interessados pela preservação ambiental e contribuir para um futuro mais sustentável.

A Bituca Verde também transforma todo o resíduo e mistura a outros de alto poder calórico. Eles passam por um tratamento químico e é transformado num produto que substitui carvão em fornos de indústrias cimenteiras, contribuindo para a diminuição do desmatamento.

Vale lembrar que o tempo de decomposição de uma bituca descartada incorretamente pode chegar a até cinco anos, principalmente se for jogada no asfalto. Além disso, ela contém mais de 4,7 mil substâncias tóxicas que prejudicam o solo, contaminam rios e entopem tubulações e bueiros.

Essa relativa demora na decomposição se deve ao fato de que 95% dos filtros de cigarros são compostos de acetato de celulose, de difícil degradação.

Em 2013 a Bituca Verde reciclou aproximadamente 750 quilos e para 2014 a empresa fechou uma parceria e pretende dobrar essa quantidade.
Imagem relacionada a matéria - Id: 1539703208