imagem google

Iniciativas Sustentáveis: Sandvik – Parceria na Integração de Procedimentos


Nesta indústria de equipamentos de usinagem todos os fornecedores contam com programa de orientação e supervisão que preserva os colaboradores e o meio ambiente

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539896309

Com colaboração de Amanda Alves de Melo

Com a globalização e a disseminação das informações, os consumidores passaram a ser mais exigentes ao comprar e adquirir produtos e serviços de qualidade. Visando o aumento da competitividade, as organizações compreenderam a influência recíproca entre os clientes e seus fornecedores e começaram a integrar a Sustentabilidade na cadeia de fornecimento.

Visto a grande relevância do tema nos negócios atuais a Sandvik, grupo global de engenharia e alta tecnologia, especializada em produção de equipamentos destinados à mineração e construção, atuante em todo o Brasil, tem uma equipe especializada em Sustentabilidade e Responsabilidade Social para desenvolver e colocar em prática o conceito de gestão sustentável da cadeia de fornecedores. O objetivo é garantir a integração dos procedimentos de parcerias e gerenciamento de desempenho em toda a organização.

Preocupada com sua cadeia a Sandvik criou e desenvolveu o programa “Gestão de Fornecedores Sustentáveis”, que atua em temas como Conduta do Fornecedor; Capacitação e Treinamento; Monitoramento e Identificação de Riscos e Envolvimento com a Comunidade. Os fornecedores da companhia precisam seguir o código de conduta com princípios fundamentais de direitos humanos, direitos trabalhistas e meio ambiente. Os treinamentos visam aumentar a conscientização das políticas de compras sustentáveis e o engajamento na relação entre os stakeholders. Para monitorar e identificar os altos riscos, eles supervisionam a saúde e segurança dos colaboradores, os salários e benefícios e as condições de trabalho, além de coibir o trabalho infantil com auditoria anual. Para ser uma comunidade fornecedora é preciso possuir políticas que condizem com o código de ética da Sandvik e ter ações consideradas seguras para a saúde e ou para o ambiente.

A gerente regional da empresa na área de Gestão Sustentável de Fornecedores, Lovisa Curman, explica que a ideia é de parceria para ajudar a melhorar o ambiente e a gestão dos fornecedores. “Não temos a intenção de punir, pois nossa equipe de especialistas dá todo suporte para adequação”, conta a executiva. Lovisa destaca ainda que esta preocupação com a cadeia evita, por exemplo, que a empresa compre um mineral de área de conflito.

Para Nibu Borr, cliente de perfuração de poços de água e energia, “a Sandvik é totalmente comprometida com o cliente e cria valor por meio da prestação de serviço superior, liderança tecnológica e soluções inovadoras”.

Em 2017, entrará em vigor a ISO 20400, Norma de Compras Sustentáveis que orientará e padronizará os processos de aquisição de forma sustentável às organizações que desejam integrar a sustentabilidade, esta Norma complementará a ISO 26000 de Responsabilidade Social (baseados nos princípios: responsabilidade, transparência, comportamento ético, legalidade, direitos humanos) e iniciativas de cadeia de fornecedores.

Sobre a Sandvik

O grupo Sandvik possui mais de 45 mil colaboradores mundialmente no segmento de engenharia e alta tecnologia. Tem o conceito baseado na inovação, na liderança tecnológica e no relacionamento duradouro com os seus clientes. A empresa participa ainda do projeto Inspirewater (abordagem sobre a gestão da água na indústria para aumentar a água e a eficiência dos recursos na indústria de processo) da UE (União Europeia), que tem por objetivo reduzir o consumo de água e energia nos processos industriais.