INICIATIVAS SUSTENTÁVEIS: EDP – EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Tecnologias que geram valor econômico para diversificar seus produtos e serviços é a aposta desta geradora de energia

Por Karen Pegorari Silveira

Segundo a meta 9 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, até 2030, é preciso modernizar a infraestrutura e reabilitar as indústrias para torná-las sustentáveis, com eficiência aumentada no uso de recursos e maior adoção de tecnologias e processos industriais limpos e ambientalmente corretos, assim como vem atuando a EDP, empresa global de energia elétrica, presente em 13 países, com atuação nas áreas de geração; distribuição; transmissão; comercialização e serviços de energia.

Os compromissos assumidos no pilar “Gerar Valor Econômico” estão diretamente relacionados com o ODS 9, já que trata da expansão do investimento em tecnologias inovadoras e sustentáveis. Neste caso, a EDP disponibiliza produtos e serviços de eficiência energética para reduzir o consumo de 100 GWh de energia no cliente até 2020 através de Iluminação Eficiente – Modernizando o sistema de iluminação com instalação de equipamentos mais eficientes e duráveis, como lâmpadas LED ou Fluorescentes de alto rendimento; Refrigeração e Climatização – Substituindo os sistemas de máquinas e centrais de refrigeração de água; Elevação do Nível de Tensão – Alterando o fornecimento elétrico de baixa tensão para média ou alta tensão; Sistema de Gestão Energética (GE) – Controlando todo o consumo energético (eletricidade, gás, água e outros) voltado à redução do desperdício; EDP Solar ingressando no segmento de geração distribuída solar fotovoltaica, dando início à implantação da área EDP Solar; entre outras ações.

Segundo a empresa, seus negócios estão fundamentados na Visão de ser “uma empresa global de energia, líder em criação de valor, inovação e sustentabilidade”, e por isso assumiu, em 2016, compromissos com a sustentabilidade para 2020. São eles: Limitar a 25% o peso da tecnologia do carvão no portfólio de geração de energia em 2020 e promover projetos para a redução de emissões de CO2. Disponibilizar produtos e serviços de eficiência energética para reduzir o consumo de 100 GWh de energia no cliente até 2020. Investir R$ 100 milhões até 2020 na expansão da telemedição em clientes baixa tensão. Investir R$ 100 milhões em projetos inovadores até 2020. Alcançar 100% de certificação ambiental e assegurar a implementação de sistema de gestão em fornecedores críticos. Internalizar o conceito de economia circular e promover eficiência energética nos edifícios. Valorar as externalidades ambientais na EDP relacionadas com serviços ecossistêmicos prioritários. Manter níveis de engajamento de colaboradores > 75% até 2020. Promover a diversidade, garantindo igualdade de acesso em processos de contratação. Alcançar 100% de certificação de saúde e segurança e assegurar a implementação de sistema de gestão em fornecedores críticos. Manter a EDP como uma das Empresas mais Éticas do Brasil (Selo Pro-Ética). Alcançar > 80% de satisfação dos clientes. Implementar mecanismos de consulta periódica com stakeholders. Investir R$ 50 milhões até 2020 para promover negócios sociais e iniciativas de estilos de vida sustentáveis.

Em 2016, a EDP Brasil investiu R$ 21,6 milhões em projetos de Pesquisa & Desenvolvimento. Dentre os projetos desenvolvidos, destaca-se o Climagrid – Para monitorar possíveis interrupções de energia causadas por tempestades severas e mitigar transtornos para a empresa e para a sociedade, desde 2010, em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), a empresa trabalha no desenvolvimento de um sistema denominado ClimaGrid: uma ferramenta inovadora que integra os dados ambientais, meteorológicos e de ocorrências do sistema elétrico e disponibiliza as informações para as empresas distribuidoras do grupo EDP.

Para a gestora executiva de Sustentabilidade na EDP Brasil, Sonia Cardoso, “a EDP Brasil é uma empresa genuinamente comprometida com a sustentabilidade e com a inovação. Prova disso é a nossa participação na agenda global da sustentabilidade e a transparência no que tange aos nossos compromissos com o futuro. Como uma utility de energia, temos a responsabilidade em assumir uma posição dianteira no que diz respeito às inovações num setor que está diretamente relacionado com o desenvolvimento socioeconômico do país. ”

Sobre a EDP

É uma das maiores operadoras europeias do setor energético e está presente em 13 países. No Brasil, conta com mais de 3.000 colaboradores próprios, está entre as cinco maiores empresas do setor elétrico e atua nos seguimentos de geração, distribuição e comercialização e serviços de energia elétrica.