Paulo Skaf se reúne com empresários de Bragança Paulista e região

O encontro será em Bragança Paulista, nesta sexta-feira (21/8), às 12h, no Ciesp Bragança Paulista, av. José Adriano Marrey Júnior,1100.   

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, do Ciesp e do Sebrae-SP, debaterá com empresários as mudanças na desoneração da folha de pagamento, com o aumento da contribuição sobre a receita bruta das empresas, a conjuntura econômica do país, a elevação da taxa de juros e seus reflexos na produtividade da indústria e no emprego.

Acompanhado por dezenas de líderes empresariais, Skaf está nesta semana em Brasília para reuniões com o vice-presidente Michel Temer e com os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha, lutando por mais equilíbrio na reforma da desoneração, com um aumento linear e em menor escala do imposto.

Os empresários, afirma Skaf, compreendem a necessidade de sacrifício para que seja feito o necessário ajuste fiscal, mas não sob o risco de aumentar ainda mais o desemprego. “No Brasil de agora aumentar em 150% os impostos sobre o faturamento das empresas ou aumentar em 20% sobre a folha de pagamento é um convite para realimentar o desemprego. Não há nada que seja pior para o país do que o desemprego.”

Conjuntura Econômica

Outra questão que está na pauta da Fiesp e do Ciesp é a atual conjuntura econômica e política do pais - a mais aguda dos últimos 20 anos. Paulo Skaf assinou junto com o presidente da Firjan (par da Fiesp no Rio de Janeiro) nota oficial em defesa da governabilidade. “O Brasil não pode se permitir mais irresponsabilidades fiscais, tributárias ou administrativas e deve agir para manter o grau de investimento tão duramente conquistado, sob pena de colocar em risco a sobrevivência de milhares e milhares de empresas e milhões de empregos”, informa trecho da nota.

Emprego

Levantamento da Fiesp e do Ciesp mostra que no mês de julho a indústria de São Paulo demitiu mais de 30 mil trabalhadores, e o ano de 2015 deve fechar com 200 mil empregos a menos.

“Não é só na indústria, mas, lamentavelmente, na agricultura, no comércio, e no setor de serviços também há uma possibilidade de  uma redução de mais de um milhão de vagas e, no entanto, o governo quer aumentar o imposto sobre a folha de salários”, disse Skaf.

 Atenção Imprensa: O encontro será fechado, mas cinegrafistas e fotógrafos poderão fazer imagens no início da reunião, às 12h. Ao final, Paulo Skaf concederá entrevista.

Federação das Indústrias do Estado de São Paulo - FIESP
Assessoria de Jornalismo Institucional
Tels. (11) 3549-4450 e 3549-4602

Centro das Indústrias do Estado de São Paulo - CIESP
Assessoria de Imprensa
Tel. (11) 3549-3579