Mercado ilícito movimenta R$13 bilhões em SP