Fiesp, Afroreggae e Senai-SP formam a primeira turma do Programa de Capacitação Profissional para egressos do sistema prisional

Fiesp firmou convênio com Sindipan e alunos que passaram pelo curso de panificação no Senai-SP já estão empregados em panificadoras da capital e Grande São Paulo


Após quase um mês de curso intensivo de panificação na escola especializada no setor alimentício, no bairro da Barra Funda, dez egressos tiveram a oportunidade de receber, os seus diplomas de formação em cerimônia realizada na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Mais que um diploma, os alunos – todos eles Egressos do sistema prisional – conquistaram a oportunidade de retorno ao mercado de trabalho formal, graças a uma iniciativa conjunta da Fiesp, do Senai-SP  e do Grupo Cultural AfroReggae.

Pelo projeto Empregabilidade, o AfroReggae - que chegou ao Estado há apenas seis meses - seleciona e orienta os ex-detentos; o Senai qualifica; e a FIESP ajuda a viabilizar parcerias com empregadores, mudando as perspectivas de vida e garantindo oportunidades reais para estas pessoas com vontade e garra.

Para o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, esta conquista é muito significativa. “Essas pessoas erraram, pagaram pelos seus erros e têm, sim, que ter oportunidade na vida. Nosso esforço, tanto do Senai-SP, quanto da Fiesp é a formação de profissionais qualificados e a inserção dos mesmos no mercado. Precisamos ampliar novos horizontes. Vamos estender  o número de alunos e abrir novos setores. Pois não adianta formar um profissional e não dar a possibilidade de trabalho.”


Panificadoras

Acreditar nas pessoas. Essa é a razão para o Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de São Paulo (Sindipan) apoiar a iniciativa, segundo o presidente da entidade, Antero José Pereira. “Achamos que as pessoas devem ter novas oportunidades. Após cumprirem suas penas, eles são cidadãos normais e devem ter oportunidades iguais.”

O presidente do Sindipan disse acreditar que o projeto terá pleno êxito, principalmente, devido à participação do Senai-SP. “Se os alunos são qualificados pelo Senai-SP,  então são profissionais bem qualificados. E o setor da panificação precisa de mão de obra de qualidade”, afirmou.

O presidente da Fiesp e Senai-SP, Paulo Skaf, adiantou que outros cursos serão oferecidos para atender à necessidade de mão de obra em outras ocupações no setor – a de confeiteiro, por exemplo.

Chinaider Pinheiro, coordenador do programa “Empregabilidade” do AfroReggae, ressaltou a importância da parceria com a Fiesp, Senai e Sindipan na mudança de vida de um engresso.  “Não estamos ajudando a realização apenas dos egressos, mas de seus familiares, pessoas que buscam apenas uma coisa: oportunidade. Pois são todos iguais a nós. É um sonho que muitos vivem sozinhos e não conseguem realizar. E quando eles têm a oportunidade de serem recolocados no mercado de trabalho, depois de encarar diversos preconceitos, é a transformação.”


Convênio e parcerias

Com o objetivo de apresentar o primeiro resultado do projeto de empregabilidade às empresas, o Comitê de Jovens Empreendedores da Fiesp (CJE), reuniu na ocasião companhias como: Apas; Arezza; Besni; CAT; CCR; Coca-Cola Femsa; Conecta Serviços; Gestão RH; Grupo Reação; Pirelli; Riachuelo; Santander; Santher e SAP.

Sylvio Gomide, diretor-titutar do CJE, relembrou que a iniciativa segue o foco de responsabilidade social empresarial defendida pela Fiesp e é uma ação das indústrias. “No entanto, o êxito da iniciativa dependerá do empresário se sensibilizar, abraçar a causa e abrir as portas de sua empresa para esse novo trabalhador. Acredito que oportunidades como essa podem transformar nossa sociedade em algo melhor”.

Ainda durante o evento, foi firmado o convênio entre a Fiesp e o Sindipan, que possibilitou a empregabilidade dos alunos em panificadoras  da capital e Grande São Paulo.

De acordo com dados recentes, o Brasil tem cerca de 500 mil presos, 200 mil só no Estado de São Paulo. O projeto já ajudou mais de 1500 pessoas no Rio de Janeiro, onde é bem reconhecido. A ideia é seguir este modelo em São Paulo.



 Federação das Indústrias do Estado de São Paulo - FIESP

Assessoria de Imprensa

Tels. (11) 3549-4203 e 3549-4731