Dilma acerta em desonerar folha de pagamento, mas erra em manter impostos sobre os itens da cesta básica