Contribuição Sindical

Contribuição Sindical fortalece a indústria paulista

O pagamento da Contribuição Sindical Patronal é fundamental para manter em funcionamento os Sindicatos Patronais e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Com o apoio dos Sindicatos Patronais, a Fiesp trabalha continuamente em defesa da indústria paulista e coleciona uma série de conquistas – na Justiça, no Congresso e no Executivo- que têm impacto direto nos resultados das empresas.

 

Clique aqui e conheça as principais ações de 2016 e os benefícios que têm impacto direto nos seus negócios.

 

Sobre a Contribuição Sindical Patronal

É um imposto que todas as empresas brasileiras devem pagar anualmente, no mês de janeiro. O valor é proporcional ao capital social da firma ou empresa, registrado na respectiva junta comercial ou órgão equivalente, como previsto no artigo 580 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O pagamento em atraso, depois de janeiro, deve ser feito somente em agências da Caixa Econômica Federal. Na emissão da guia, o valor da multa e da correção é calculado automaticamente.

A receita é distribuída entre as entidades sindicais que participam do sistema confederativo, sendo 60% para os sindicatos, 20% para a conta especial de emprego e salário, 15% para a federação estadual e 5% para a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O não recolhimento do imposto impede a participação em licitações públicas, além de comprometer a rotina administrativa da empresa, que sofrerá restrições ao solicitar empréstimos bancários ou buscar novas parcerias.

 

Acesse os serviços abaixo:

TIRE SUAS DÚVIDAS PERGUNTAS & RESPOSTAS TABELAS + GUIAS
CONSULTA SOBRE ENQUADRAMENTO SINDICAL Pesquisa de   Normas Coletivas

 

Confira depoimentos de empresários sobre os benefícios da contribuição sindical: